Aqui você encontra informação, curiosidades, e os mais modernos tratamentos em Odontologia
Tudo sobre saúde bucal e geral
"Um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência."

William Shakeaspeare

terça-feira, 9 de março de 2010

Tudo sobre as manchas nos dentes


Se existe uma pergunta entre as mais frequentes de se ouvir no consultório, então com certeza é essa: "Essa mancha sai?" , pensando nisso resolvi detalhar os tipos mais comuns de manchas e ilustrar com algumas fotos como elas se apresentam, e o mais importante, o (que todos querem saber) como elas podem desaparecer, ou seja os tratamentos para cada uma delas.


Existem basicamente dois tipos de manchas nos dentes:

1) as extrínsecas ou externas, provocadas pela ingestão de alimentos (como café, chá, fumo e alimentos com muita pigmentação) e aliadas à placa bacteriana sobre a superfície dos dentes;

2) e as intrínsecas ou internas, que podem ser causadas por antibióticos, uso de medicamentos contendo ferro, fatores genéticos, excesso de flúor, tratamentos de canal e traumas, entre outros fatores, que afetam o esmalte dos dentes.

Outros tipos de manchas
A icterícia grave e persistente no período neonatal, uma coloração azul-esverdeada e, algumas vezes, marrom poderão aparecer nos dentes de leite, que pode se reduzir gradualmente e é particularmente observável nos dentes anteriores.
Existe também um raro distúrbio genético, caracterizado pela excessiva produção de pigmentos no corpo e que pode ser observado ao nascimento ou se desenvolver durante a infância, chamado “porfiria congênita”. As crianças com porfiria têm urina vermelha, são sensíveis à luz e entre outros sintomas têm os dentes de cor violácea-acastanhada.
Crianças com fibrose cística têm dentes de coloração escura, variando do cinza-amarelado para o castanho-escuro.

Características das manchas:

  1)     Fluorose:
     Causa: Altos níveis de flúor na água de abastecimento
Aspecto: Manchas de aspecto esbranquiçado



  

 2)     Antibióticos:
Causa: Ingestão durante o período de desenvolvimento dentário. Durante a gravidez provocará as manchas nos dentes decíduos, mas se isso acontecer durante a infância, poderá atingir os dentes permanentes e provocar problemas estéticos graves.
Aspecto: Manchas de aspecto amarelo escuro, amarelo brilhante e cinza castanha.

      3) Medicamentos contendo ferro:
 Causa: uso de medicamentos com alto índice de ferro em sua composição
 Aspecto castanho escuro (negra).

4) Bactérias cromogênicas, como a da espécie Prevotella melaninogênica, têm sido relacionadas à pigmentação negra do biofilme dentário. Clinicamente, crianças portadoras de manchas negras resultantes da atividade desses microrganismos cromogênicos apresentam baixa prevalência de cárie. O pigmento responsável pela coloração negra é composto férrico insolúvel, formado pelo resultado da interação entre produtos bacterianos e saliva.

5) Bebidas e alimentos coloridos, idade avançada entre outros
Causas: A coloração é causda pela injestão frequente de alimentos corantes como café chá, molho shoyo. Esses alimentos depositam pigmentos no canalículos dentinários (poros do dente), que com o passar do tempo devido a falta de adequada escovação, colorem os dentes.
Aspecto: geralmente amarelado, porém as cores são as mais variadas.


6) Cigarro: Depósito de nicotina nos canalículos (poros) do dente
Aspecto: Acinzentado e marrom escuro.


7) Cárie: As cáries também possuem cores para diferentes estágios, desde brancas até negras.




Tratamentos:
     - Micro Abrasão: Caso de manchas brancas (fluorose).

     - Profilaxia, raspagem, ultra-som ou jato de bicarbonato para de remoção manchas negras.

- Clareamento Dentário:Usado em casos de dentes amarelados, casos leves causados por antibióticos (tetraciclina) e flúor

- Clareamento Interno: Para dentes tratados endodonticamente que apresentam alteração de cor: Em inúmeras vezes os dentes que passaram por tratamento de canal com o passar do tempo ou por hemorragias internas do nervo (que muitas vezes são provocadas por traumas batidas e fraturas) ficam com aspecto colorido (as vezes até rosa escuro nos casos de hemorragia), deixando a estética comprometida. Porém, o uso de clareadores internos mostrou-se com maior eficiência nestes casos, com a necessidade de duas ou três sessões de clareamento, apenas no dente comprometido.



- Restaurações, Facetas Estéticas, Coroas de Cerâmica, em casos mais severos em que não se consegue um bom resultado estético com tratamentos conservadores.

Quando o assunto são as manchas extrínsecas, poderão ser utilizados os seguintes recursos:
Tratamentos:
Profilaxia com jato de bicarbonato de sódio: Utilizado em casos de manchas provocadas por chá, café, cigarro, corantes, placa bacteriana e bactérias cromogênicas, etc.

Clareamento: em casos de manchas mais antigas pela ação do tempo e alimentos.

Acompanhe alguns casos de tratamentos com clareadores:
Dr Philstemmer

Pergunte ao seu dentista qual o melhor método a ser utilizado em seu caso. Consultas regulares tornam mais fáceis a detecção e remoção das manchas.

Referências:

Um comentário:

  1. adorei seu blog,muito instrutivo e interessante,parabéns!!!
    e parabéns tbm pela nenem.....boa sorte em tudo!!!!bjossss

    ResponderExcluir