Aqui você encontra informação, curiosidades, e os mais modernos tratamentos em Odontologia
Tudo sobre saúde bucal e geral
"Um sorriso é a maneira mais barata de melhorar sua aparência."

William Shakeaspeare

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Porque o dente dói com quente?

Mais uma questão sobre o porquê das dores de dentes
Se uma dor forte, insistente e latejante aparecer ao ingerir um alimento quente, como por exemplo, um café ou uma sopa bem quente, o melhor a se fazer é ir ao Dentista com urgência, pois o sintoma pode ser um indício de problemas no canal que é feito quando o nervo do dente está danificado.
No interior do dente existe uma câmara fechada (câmara pulpar) que protege a polpa (nervo), quando o nervo se inflama ou se danifica (morre), devido às bactérias presentes com a cárie, a pressão interna aumenta e provoca a dor. O nervo passa por diferentes estágios de inflamação até chegar àquele nível insuportável de dor típico da necrose pulpar.
A inflamação inicia-se com uma cárie, que se não tratada no seu estágio inicial acaba atingindo a polpa do dente (nervo). Porém a inflamação do canal também pode ser causada por outros fatores como a má oclusão dental (mau posicionamento do dentes) e batidas nos dentes, como pancadas na boca. 

Aqui vai um esquema do interior do dente, mostrando inflamação e a infecção (abcesso).
Nos diversos estágios da cárie, a dor varia de acordo com o grau de destruição dos tecidos dentais (fibras dentais), num primeiro estágio a sensibilidade se dá com alimentos e bebidas gelados. A dor é intensificada com alimentos quentes num grau mais avançado, provocando forte dor. Já num estágio posterior com a mortificação do nervo, a dor se dará com qualquer alimento e de qualquer temperatura, aumentando a sensibilidade a um grau lancinante com a sensação de “latejamento”, onde nenhum tipo de analgésico garante alívio. Quando o nervo do dente morre, o único tratamento é o de canal, com sua limpeza, medicação e substituição por cimento e um material chamado guta percha, e posterior restauração.
A prevenção é a melhor maneira de evitar o tratamento de canal, escovando os dentes após cada refeição, usando o fio ou fita dental, e visitando o Dentista regularmente, de 6 em 6 meses. Na avaliação do consultório o profissional poderá tratar a cárie em seu estágio inicial, impedindo assim a contaminação do nervo pelas bactérias.

Observação importante: Obviamente toda dor deve ser analisada pelo Cirurgião Dentista com exames clínicos e radiográficos, Se você apresentar dor ou sintomas semelhantes aos que foram descritos aqui, procure seu Dentista, só ele poderá diagnosticar com precisão o seu caso. Lembre-se de que cada caso é um caso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário